Preconceito Lingüístico: o que é, como se faz


preconceito-linguístico
A todo momento, em sua obra mais conhecida, o autor de “Preconceito Lingüístico: o que é, como se faz”, nos leva a pensar a linguagem como ferramenta sine qua non para a realização do fenômeno da comunicação, da transmissão de mensagens e da geração de um movimento de sedimentação cultural de um povo ou de uma sociedade, desejando ele considerar, por essas e outras razões, motivos essenciais para que a “conquista” da fala, da língua, da linguagem seja um elemento tão fundamental e necessário, posto que as nossas diversas “vozes/falas” são os mais puros aprendizados que “fotografam” um determinado tempo. (Veja Mais)
Anúncios
Preconceito Lingüístico: o que é, como se faz

2 comentários sobre “Preconceito Lingüístico: o que é, como se faz

  1. SiR disse:

    Parabéns pela divulgação. Esta obra do professor Marcos Bagno, que à primeira vista parece um livrinho despretensioso, é uma das mais significativas contribuições para a sociolinguística no Brasil. Gosto do livro porque ele pode ser tanto uma leitura inicial para se pensar o preconceito linguístico, quanto um estudo mais aprofundado sobre as relações de poder dentro e fora da língua.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s