Cruzeiro vence outra em Uberlândia e complica Flamengo na estreia de Silas


Robert comemora com Fabrício gol que deu a vitória ao Cruzeiro sobre o Flamengo

Em seu segundo jogo no Parque do Sabiá, o Cruzeiro voltou a vencer em Uberlândia, que surge como a melhor alternativa ao Mineirão para a equipe celeste mandar seus jogos. Em jogo movimentado, o time mineiro derrotou o Flamengo, por 1 a 0, nesta quarta-feira, com gol do atacante Robert, e assumiu a quinta posição no Campeonato Brasileiro. Na estreia do técnico Silas, o rubro-negro carioca completou quatro rodadas sem vencer na competição e caiu para o 14º lugar.

O time comandado por Cuca já havia vencido o Corinthians, por 1 a 0, no Parque do Sabiá, que é a “quarta casa” do Cruzeiro no Brasileirão. As outras três foram o Mineirão, fechado para ser reformado para a Copa do Mundo de 2014, a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e o Ipatingão, em Ipatinga.

Com a vitória, o Cruzeiro chegou a 28 pontos e subiu do sexto para o quinto lugar na tabela. Neste momento, o time mineiro tem vaga garantida na Copa Libertadores. Isso porque o Internacional, quarto colocado e atual campeão do torneio continental, já está confirmado na competição na próxima temporada.

Com a derrota, o Flamengo permaneceu com 21 pontos e caiu para a 14ª posição – ainda pode perder mais um lugar. O time carioca chegou a quatro jogos sem vencer no Brasileirão. Anteriormente, havia sido derrotado por Atlético-PR (1 a 0) e Guarani (2 a 1) na rodada passada e empatado com o Atlético-MG por 0 a 0, que marcou a demissão de Rogério Lourenço. A diretoria rubro-negra contratou Silas, que recentemente fora dispensado pelo Grêmio.

Assista ao Jogo

Para que o treinador pudesse comandar a equipe do banco, o Flamengo recorreu ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e obteve efeito suspensivo para punição recebida por Silas quando ainda dirigia o Grêmio.

Na última rodada do primeiro turno do Brasileirão, o Cruzeiro vai enfrentar o Palmeiras, domingo, às 16h, no Pacaembu, em São Paulo. No mesmo dia e horário, o Flamengo recebe o Santos no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O jogo

O primeiro tempo no Parque do Sabiá foi bastante movimentado e marcado por boas chances criadas, principalmente por parte do Cruzeiro, que foi mais eficiente e saiu para o vestiário com a vitória parcial, por 1 a 0, e com oportunidades perdidas.

Pelo levantamento do Datafolha, veiculado pelo Placar UOL, o Cruzeiro finalizou mais e melhor, porém aproveitamento somente uma. Das nove conclusões celestes, sete foram certas. O Flamengo conseguiu finalizar sete vezes, mas apenas duas tiveram a direção do gol.

O time celeste abriu o placar aos 9min. Depois de boa jogada pela direita, Jonathan tocou para Montillo, que cruzou para Thiago Ribeiro finalizar em cima de Correa, que evitou o gol. Na sequência do lance, Fabrício chutou cruzado e, no meio do caminho, Robert empurrou para o gol.

O Cruzeiro manteve o ritmo e criou mais três oportunidades de gol com Montillo. Em duas delas, o argentino finalizou a gol, mas parou no goleiro Marcelo Lomba. Em outra, o meia cruzou para Robert, que errou na hora de concluir a gol.

O Flamengo conseguiu chegar com mais perigo aos 24min, quando Correa recebeu livre na cara de Fábio, mas tocou para fora e desperdiçou boa oportunidade para empatar o jogo. O time carioca voltou a levar perigo aos 36min com Diego Maurício, que bateu forte da entrada da área para a defesa do goleiro cruzeirense.

Aos 41min, Robert desperdiçou outra oportunidade para o Cruzeiro. Antes disso, o zagueiro Cláudio Caçapa sofreu entorse no tornozelo esquerdo e precisou ser atendido. Apesar de reclamar de muito dor no local, o jogador celeste permaneceu em campo.

Caçapa, que foi reavaliado no intervalo da partida, não voltou para o segundo tempo. O experiente zagueiro deu lugar ao estreante Léo, que foi cedido pelo Palmeiras. Aos 13min, o Cruzeiro sofreu outra baixa: o atacante Robert levou a pior em disputa de bola com Juan e foi substituído por Wallyson.

O Flamengo retornou com mais vontade para a segunda etapa e passou a incomodar o goleiro Fábio. Em dois lances, com Renato e Léo Moura, o arqueiro celeste precisou se esforçar para evitar o empate.

O Cruzeiro equilibrou novamente a partida e passou a atacar o adversário com mais freqüência. Aos 28min, o zagueiro Jean cometeu falta em Thiago Ribeiro, que descia em velocidade, e foi expulso pelo árbitro, que sequer havia recebido cartão amarelo.

O time mineiro administrou o resultado e segurou a pressão do Flamengo no final da partida.

Cruzeiro vence outra em Uberlândia e complica Flamengo na estreia de Silas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s