Espanha quebra escrita dos campeões e Copa terá final ‘virgem’ pela 6ª vez


Quebrando a maioria dos prognósticos, a Espanha venceu a Alemanha por 1 a 0 e avançou para a final da Copa do Mundo. O resultado transforma a decisão do Mundial em uma final ‘virgem’ pela sexta vez na história da competição.

As outras cinco decisões realizadas entre equipes que não haviam sido campeãs da Copa do Mundo foram nos anos de 1930 (Uruguai x Argentina), 1934 (Itália x Tchecoeslováquia), 1954 (Alemanha x Hungria), 1958 (Brasil x Suécia) e 1978 (Argentina x Holanda).

Em 2010, o ‘campeão pela primeira vez’ sairá da final entre os espanhois e os holandeses, que venceram os uruguaios por 3 a 2 na outra semifinal.

Nessa final inédita, a Holanda chega com mais experiência que a Espanha, já que disputou a decisão da Copa por outras duas vezes. Em 1974, os holandeses perderam para os alemães. No Mundial seguinte, em 1978, os vilões foram os argentinos. Os espanhóis, por sua vez, tiveram na Copa de 1950 o seu melhor resultado (quarto lugar)

A decisão entre Espanha e Holanda configura o fim da supremacia das potências na Copa do Mundo. Até então, Alemanha, Brasil, Argentina e Itália estiveram em todas as finais do Mundial. Desde 1970, só seis times decidiram a competição.

Anúncios
Espanha quebra escrita dos campeões e Copa terá final ‘virgem’ pela 6ª vez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s